Programação

congresso_de_gestao_estrategica_da_informacao_2

Dia 26 de Abril (Quarta)

PRÉ-CONGRESSO

10h00 – Encontro dos signatários da Rede Sul de Gestão da Informação: UFRGS, UFPR, UFSC e UEL sobre o documento de trabalho.

12h30  – Almoço de confraternização da Rede Sul de Gestão da Informação.

15h00 – Encontro sobre Cooperação Internacional.

Dia 27 de Abril (Quinta)

09h00 – Credenciamento

09h30 – Abertura

10h00 – Keynote Speaker: Initiation and Implementation of Innovation and Influences of the Internal and external information sources.

12h00 – Mesa-Redonda: Desafios do Empreendedorismo e da Inovação  para Gestão da Informação na Região Sul.

13h30 – Almoço

15h30 – Sessão Dirigida 1

17h00 – Coffee breaks

17h30 – Sessão Dirigida 2

19h00 – Encerramento

Dia 28 de Abril (Sexta)

10h00 – Conferência: Uma Explosão Cambriana: Empreendedorismo e Inovação no mundo digital.  Dr. Manuel Duarte Mendes Monteiro Laranja. 

Manuel Laranja é licenciado em Engenharia pelo Instituto Superior Técnico, tendo o MBA da Universidade de Warwick e o Doutoramento em Economia Política de Ciência, Tecnologia e Inovação do SPRU – Universidade de Sussex. É atualmente Professor Associado na Lisbon School of Economics and Management da Universidade de Lisboa – ISEG.

Resumo

O empreendedorismo tecnológico inovador está hoje a passar por profundas transformações, em parte associadas a transformações mais gerais na sociedade e numa economia mais globalizada. O objetivo deste artigo é esclarecer o que é o empreendedorismo tecnológico inovador no mundo de hoje? Na verdade, existem hoje muitas oportunidades para novos negócios (muitos dos quais disruptivos) no domínio das novas tecnologias de informação. É quase como que uma explosão cambriana (expressão utilizada pelos paleontólogos evolucionistas que se refere ao aparecimento súbito no registo fóssil, por volta de 542 milhões de anos atrás, de muitos grupos de animais), de muitos novos modelos de negócio inovadores e por vezes disruptivos, centrada sobretudo em certos meios urbanos onde se desenvolvem ecossistemas de pessoas ideias e talentos, com acesso recursos (humanos e financeiros) para escalar e criar disrupções.  Apesar disso o que sabemos hoje sobre estes “novos” ecossistemas de que promovem e incubam startups digitais, em resposta às inúmeras oportunidades que decorrem das novas tecnologias de informação, é ainda muito reduzido. E além disso, havendo startups em maior número, há também mais casos de insucesso o que apela para um maior escrutínio nos estágios iniciais e para uma utilização mais cuidada de novas abordagens como por exemplo LeanStartup e Customer Development.

12h00 – Mesa Redonda

13h30 – Almoço

15h30 – Sessão Dirigida 3

17h00 – Coffee breaks

17h30 – Sessão Dirigida 4

19h00 – Encerramento